segunda-feira, 20 de junho de 2011

Em você perdido

Não sei responder assim
De veio como quando
De onde surgiu
Aquela vontade de te
Assustou e te parei
No meio do bar tão
Em você perdido
Com o copo na mão
-primeiro a cerveja
Depois o vinho
Bêbado catatônico
Tro-
pe-
çan-
do
Em palavras vomitando
Frases um trecho desordenado da
Divina Comédia
Que você pediu e gostou Alexandre
Me repete essas palavras
Com prazer
Seria capaz de sabia passar uma vida
Na sua frente
Repetindo o mesmo trecho
Da Divina Comédia
Lendo cervejas
Bebendo Dante
Enquanto você fuma um baseado e suave acaricia
Seu cachorro Ringo debaixo de um pôster
Dos Beatles
Num momento estranho
Voltei a viver
-e gostei disso

4 comentários:

Fabio disse...

olha que bela imagem de um filme dos anos 69, e você tem estilo.

Pretti disse...

Cachaça. Só digo isso.

Flauzino disse...

Ainda bem que alguém disse, fui um covarde em não dizer primeiro... cachaça, pura cachaça e outros destilados, deoutroslados também, todos os lados enfim...

Anônimo disse...

maldito bar sem nome.